29 de mai de 2015

DSTs PARA PREVENIR É PRECISO CONHECER!


As doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) ocorrem devido a uma infecção que se espalha quando você tem relações sexuais desprotegidas com um indivíduo contaminado. Dizendo desprotegido queremos dizer relações sexuais sem preservativo.

Muitas doenças sexualmente transmissíveis são facilmente curadas. No entanto, você deve garantir que eles sejam tratados a tempo!

Qual a diferença entre doenças sexualmente transmissíveis, as DSTs?
Uma doença sexualmente transmissível (DST) ocorre quando você é infectado por uma bactéria, vírus ou parasita ao ter tido relações sexuais (vaginal, anal e sexo oral)  desprotegido.  Se a infecção vai mais longe e produz sintomas como secreções anormais saída da vagina ou pênis, então você contraiu uma doença sexualmente transmissível (DST).

 Existem três tipos de doenças sexualmente transmissíveis bacterianas, virais e parasitárias.
Alguns tipos de infecções, como a vaginose bacteriana ou candidíase ou cândida (causada por um fungo) o torna mais vulnerável a doenças sexualmente transmissíveis.

DSTs bacterianas:  São causadas pela bactéria clamídia, gonorreia e sífilis.

DSTs virais:  São causadas por um vírus de verrugas genitais  (provocadas pelo vírus do papiloma humano ou HPV), herpes genital (causada por vírus herpes simplex tipo 1, HSV-1 e do tipo 2, HSV-2), verruga água (Mollusca contagiosa), hepatite B e HIV  (que causa a AIDS).      

ETS Parasitas:  as causadas por um parasita. A tricomoníase , o  piolho púbico  ou piolhos pubianos, e sarna .

Outras infecções que incentivam a propagação de doenças sexualmente transmissíveis são:  vaginite bacteriana  e  candidíase  (infecção por fungos).

O problema das DSTs é algumas delas não produzem sintomas, ou seja, milhares de pessoas podem está contaminada sem saber, e o pior passando a doença a diante. O melhor combate é a prevenção, o sexo só pleno quando podemos deitar nossas cabeças no travesseiro e dormirmos tranquilos sem medo das consequências de nossos atos.

Os sintomas comuns de doenças sexualmente transmissíveis em mulheres são:
* Dor ao urinar.
* Dor durante o sexo.
* Sangramento entre os períodos ou durante o sexo.
* Corrimento vaginal verde, amarelo ou com sangue.
* Odor vaginal forte.
* Coceira, lábios da vulva ou pelos pubianos.
* Descarga anal.
* Caroços, feridas, verrugas ou bolhas nos órgãos genitais ou no ânus.
* Dor abdominal.

Os sintomas comuns de doenças sexualmente transmissíveis em homens são:
* Dor durante a micção ou relação sexual.
* Corrimento anormal do pênis ou ânus.
* Caroços, feridas, verrugas ou bolhas nos órgãos genitais ou no ânus.
* Dor em um ou ambos os testículos.

A maioria das DSTs são facilmente curadas, especialmente se você receber tratamento desde o início. Se você não tentar, algumas doenças sexualmente transmissíveis podem causar infertilidade (com a clamídia) ou (morte como o HIV ),  o vírus causador da aids,  que está  presente no sangue, sêmen, secreção vaginal e leite materno, a doença pode ser transmitida de várias formas:

Sexo sem camisinha - pode ser vaginal, anal ou oral.
De mãe infectada para o filho durante a gestação, o parto ou a amamentação - também chamado de transmissão vertical.
Uso da mesma seringa ou agulha contaminada por mais de uma pessoa.
Transfusão de sangue contaminado com o HIV.
Instrumentos que furam ou cortam, não esterilizados.

Se cuide!
Use sempre camisinha!

Postado: 29/05/2015

17 de mai de 2015

Sexo sem Penetração!



O sexo é muito mais que a penetração! Podemos e devemos diversificar os momentos de prazer, aquela conversa de que para gozar tem que haver penetração é uma bobagem! Tanto o Homem quanto a  mulher pode sim fazer sexo sem penetração e sentir orgasmos incríveis, claro que quando a gente está com quem amamos queremos fazer tudo que temos direito, porém, sabemos que a rotina é o inimigo poderoso de qualquer relacionamento e para evitá-lo nada melhor que usar a imaginação apimentando ainda mais sua vida sexual. Tente encorajar seu parceiro usando os dedos. Primeiro, coloque lubrificante na ponta dos dedos dele, fazendo com que ele os movam em círculos ao redor do clitóris acariciando com movimentos rítmicos.

Peça para ele mover os dedos em círculos cerca de dez vezes em uma direção, em seguida, mudar de direção e fazê-lo nove vezes, em seguida, oito, sete, até que uma única rodada, e depois voltar a aumentar gradualmente, ao mesmo tempo que suga o seu clitóris lentamente e aplica pinceladas com a língua. Só tome cuidado para não machucá-lo, pois o prazer será tão grande que você será capaz de perder o controle e prender a cabeça dele com as pernas. Depois de um orgasmo maravilhoso como esse, nada melhor que uma deliciosa retribuição. Experimente cair de boca literalmente no (...) de seu parceiro. A dica para um sexo oral inesquecível é fazer com vontade por que gosta e não para agradar o parceiro, imagine que você está morrendo de fome e está diante da coisa mais deliciosa que existe no mundo, então não perca tempo, sacie sua fome, mate seu desejo, lamba, sugue, engula com vontade, sem pressa, com muita calma e suavidade, aproveite cada momento sem frescura, afinal para fazer bem feito não pode haver (nojinho).
Coloque um pouco de lubrificante no pênis de seu parceiro em seguida coloque-o entre os seios e os massageie delicadamente ao mesmo tempo que você o beija e  lambe até que ele ejacule.

Muitas mulheres acham muito excitante sentir seu parceiro lamber, chupar, morder e apertar os mamilos. Essas sensações podem ser tão deliciosas que são capazes de provocar orgasmos maravilhosos.

Você também pode lamber ou acariciar os seios de seu parceiro em círculos. Comece com grandes círculos em torno do peito dele e vá estreitando até o mamilo. Tente delicadamente chupar e mordiscar os seios enquanto o masturba lentamente com os dedos.

Segure o pênis entre as coxas ou sob a axila. Feche suas pernas ou axilas para apertar o pênis, e incentive o seu parceiro para fazer movimentos rítmicos para cima e para baixo, para frente e para trás. Use a abundância de lubrificante! Então o pênis deslizará com mais facilidade e o tesão será incrivelmente prazeroso!!!

Use a imaginação e experimente a satisfação mútua.
Masturbar-se  um ao outro não esquecendo de manter o contato visual que aumenta ainda mais o desejo sexual.

Inove nas brincadeiras com o uso de vibradores. Eles vêm em formas e tamanhos variados e podem ser muito agradável, a tal ponto que mulheres que nunca tiveram orgasmos passaram a conhecer somente após o uso de um vibrador. Você pode brincar sozinha e pedir para seu companheiro observá-la enquanto se masturba com um vibrador. É super excitante para qualquer homem ver sua parceira se tocando, nossa vocês não sabem o quanto! Detalhe, ele não conseguirá ficar olhando por muito tempo e a continuação você já sabe qual é, momentos inesquecíveis de luxúria para ambos.

                                                      Vibrador Bullet Collor Rotor Lilás K Import
Maravilhoso vibrador em cápsula tipo bullet , possui vibração de multi-velocidades controlada por controle remoto com fio, ótima para ser usado sozinha (o), acompanhada (a) ou em bonecas infláveis e próteses penianas.O Vibrador Butllet Collor Rotor é um potente vibrador super silencioso e potente, sua vibração é capaz de estimular o clítoris e o canal vaginal excitando de maneira poderosa, provocando orgasmos intensos e duradouros. sozinha ou acompanhada experimente e tenha momentos a dois de puro êxtase!

Gostou da dica?
Que tal aproveitar e comprar o seu?  No Sex Shop Sassy Girl você irá pagar apenas R$ 40,90. Não perca tempo. Aproveite já! http://goo.gl/cBbtVv

26 de fev de 2015

35 Situações para deixar uma mulher com raiva na cama!


Gente... Pesquisando pela internet, encontrei este post super interessante e resolvi compartilhá-lo com vocês, afinal que mulher  nunca se viu em uma dessas situações?

* Confira as principais gafes que alguns homens cometem na cama:

1) Falar com voz de bebê;

2) Conversar durante a transa;

3) Não pensar na mulher e pular as preliminares;

4) Tentar penetrar no ânus sem pedir permissão;

5) Estar com o pênis peludo, parecendo uma guirlanda de Natal;

6) Não saber beijar suavemente, deixando chupões como um adolescente deixaria;

7) Parar quando elas pedem para parar;

8) Transar de meias;

9) Gozar em cinco minutos;

10) Perguntar para ela: “E aí, curtiu?” – Af, né?

11) Forçar garganta profunda durante o sexo oral;

12) Dar beijo de língua na orelha – Oi?

13) Ser filmada sem aviso prévio;

14) Sexo sem imaginação, apenas o famoso papai mamãe;

15) Falar putaria durante o xaxo: não são todas as mulheres que curtem transar a la disk

sexo; se vocês não tiverem intimidade, deixe para a próxima.

16) Gozar e dormir: quem nunca quis matar o boy depois de uma dessas?

17) Não, nós não gozamos fácil; pare de achar que você é o cara só porque estamos

gemendo.

18) Gentileza: deixe isso fora da cama. Mulher nenhuma gosta de ser tratada que nem um

vaso de porcelana, O.K?

19) Um tapinha não dói, nós adoramos, mas se você não tiver prática, melhor nem tentar.

20) Silêncio: não há nada mais broxante que um homem gemendo, ou melhor, tem sim, um

homem em silêncio profundo.

21) Não saber fazer sexo oral: por incrível que pareça, poucos homens sabem dar uma boa

chupada. Não morda demais, nem lamba demais, por favor.

22) Não peça para ela gozar, isso só afastará o orgasmo mais ainda;

23) Sexo seco: homens que economizam na saliva, não sabem o que é satisfazer uma mulher;

24) Sem nojinhos, O.K?

25) Tome cuidado com o clitóris, eles são mais sensíveis do que você imagina; não adianta

nada ficar passando a mão freneticamente;

26) Achar que podem ser tratadas como putas só porque transaram no primeiro encontro;

27) Chamar ela de outro nome; é pedir pra morrer, né?

28) Não se esqueça dos seios, e claro, não os chupe como se você fosse um bebê mamando,

por favor;

29) Não saber penetrar gostoso e em todas as velocidades; saiba a hora de ir rápido e a

hora de diminuir a velocidade;

30) Não é porque queremos ser bem tratadas depois, que queremos namorar;

31) Bancar o ator pornô; se você não se garante, não tente parecer um ator pornô, por

favor.

32) Se achar o cara, e não saber nem desabotoar o sutiã;

33) Tome banho, TÁ?

34) Não seja fofo demais, não existe coisa mais broxante que isso;

35) Fazer barulhos estranhos como rosnar, ou gemer mais que ela;


Fonte: matita iazzetta                27/02/2015

29 de jan de 2015

Conheça o veneno que a pílula é para o corpo feminino.



Ninguém quer uma gravidez não planejada e para isso tomamos anticoncepcionais. O grande problema é que ninguém conversa muito sobre o assunto: apenas toma porque é assim que a vida é. E, como tudo que é compulsório, os resultado dessa atitude não são bons.

Nos últimos anos aumentou significativamente o número de mulheres colocando na balança os benefícios e os malefícios das pílulas anticoncepcionais. Bombas hormonais jogadas no corpo feminino, que não está preparado para lidar com aquilo, podem causar diversos problemas. A saída a seu uso é não abrir mão da camisinha e aí entra o problema de homens que não querem usar o acessório de jeito nenhum, com isso, ficamos entre a cruz e a espada.

É claro que a pílula foi uma invenção genial e que deu muito poder para a mulher, mas o preço disso é altíssimo. Conheça os perigos da pílula:

Adeus, libido
Para ter libido nosso corpo precisa produzir testosterona, aquele hormônio conhecido como masculino, em combinação com diversos outros. O problema é que a pílula atrapalha a produção dessa testosterona. Isso quer dizer que a mulher não vai ter tesão? Não! Só quer dizer que, sem a pílula, ela poderia ter muito mais vontade de transar.

Lembra aquele corpo perfeito?
Você é cobrada para ter um corpo perfeito. Você quer ter um corpo que a deixe segura para transar de ponta cabeça à luz do sol. E isso é um direito seu, claro. Só que a pílula atrapalha de um jeito insano.
Mais uma vez é sobre a testosterona. Ela diminui, o corpo não consegue desenvolver massa muscular, a massa magra, e apesar de você malhar como louca, fazer dieta e se matar para segurar a onda, é quase impossível manter o corpo durinho com tanto estrogênio e progesterona circulando pelo seu corpo e retendo líquido.

Aguenta, coração
Se para você está tudo bem em tomar a pílula e não ter mais tesão ou tônus muscular, ótimo. Mas aí chegamos aos problemas que realmente assustam: complicações cardiovasculares. O corpo produz vários tipos de hormônios porque todos eles são importantes para seu funcionamento; quando você corta um deles, tudo sai dos eixos. A testosterona, que cai com o uso da pílula, pode influenciar no aparecimento de problemas cardíacos.

Potencialmente cancerígena
Não preciso nem explicar muito esse tópico. A OMS – Organização Mundial da Saúde classificam os contraceptivos hormonais, categoria das pílulas, como potencialmente carcinogênicos. Sabe quem está nessa mesma listinha? O cigarro e o amianto. Esse segundo já foi banido de diversas sociedades.

Coagulação sanguínea
A trombose é causada por coágulos que se juntam em um cantinho da veia e não permitem que o sangue passe. Ela também pode causar embolia pulmonar ou AVC, tudo depende de onde se alojar.
A pílula aumenta esse risco em até quatro vezes. Se a mulher tem mais de 35 anos e fuma, o risco sobre para 10 vezes mais.

Bye bye, tristeza, não precisa voltar
As alterações de humor são bem conhecidas por grande parte das mulheres que usam anticoncepcionais. Há ainda dores de cabeça, ansiedade, enjoo, mal estar e o pior de tudo, a depressão. Tudo avisadinho na bula.

Como resolver esse impasse?
Não é fácil. E a culpa não é de quem toma a pílula. Apesar de todos esses problemas, ela mudou a vida de muitas mulheres que sofriam com a TPM, que não aguentavam as cólicas e paravam em hospitais no começo de cada ciclo.

Hoje, ela é o que temos de melhor, infelizmente. Utilizar a camisinha em todas as vezes que fizer sexo é uma das melhores soluções, já que ela protege também das DSTs. O que precisaria ser feito são novos estudos e o desenvolvimentos de novas drogas para evitar a gravidez. Enquanto isso não acontece, é importante se informar, manter os exames em dia e ter certeza de que tomar a anticoncepcional é uma escolha sua, feita conscientemente.

Fonte: Erótica.

28 de jan de 2015

Por que Muitos homens não gostam de fazer sexo oral?



A prova de que o mundo está perdido e que os homens hoje em dia estão decepcionando, é o resultado de uma pesquisa realizada em 2014 pela empresa Sex Wipes no estado de São Paulo, que revelou que quase metade deles (43%) não realiza esta modalidade de sexo na companheira com frequência.

Foram entrevistados 1.252 homens heterossexuais e sexualmente ativos com idades entre 18 e 30 anos. Destes, 78% afirmou receber sexo oral frequentemente na relação, enquanto quatro em cada 10 não o pratica de volta.

Dos que afirmaram realizar a modalidade com frequência, mais de um terço (35%) revelou sentir nojo durante a prática. Para estes, o medo de ser considerado gay ou ser traído são alguns dos fatores que influenciam para a decisão de fazer sexo oral, apesar de se incomodarem com o cheiro ou aspecto da vagina. Outros são:

* Porque estou com tesão e não penso na hora.
* Porque amo minha parceira.
* Para dar prazer a ela.
* Para retribuir.

Para os 43% que declarou não realizar sexo oral nas parceiras, as principais razões para isso são:

* A vagina cheira muito mal.
* A vagina tem gosto ruim.
* A vagina é muito úmida.
* A vagina tem muito pelo.
* A vagina é feia, desagradável de se olhar.
* Sou egoísta.

Não acho que a boca foi feita para isso.
Outros motivos listados, além do nojo, foram medo de contrair DST, religião, falta de confiança na parceira e a falta de vontade da própria parceira.
Outra pesquisa, realizada pela empresa Nielsen em todo o Brasil, revelou um dado alarmante: 90% dos jovens entre 15 e 29 anos não utiliza preservativo ou qualquer tipo de proteção para a prática do sexo oral.

Há quem faça sexo oral sem camisinha porque acredita que o preservativo tira a sensibilidade. A sexóloga Carmen Janssen recomenda o uso de camisinha ultra-sensíveis, que são mais fininhas. Outra dica da profissional é colocar um pedacinho de gelo ou bala de menta na boca, o que faz os lábios e a língua ficarem geladinhos e aumentarem o prazer do sexo oral mesmo com camisinha.

Para o sexo oral protegido em mulheres, não adianta usar a camisinha feminina, pois ela é interna e não vai proteger contra DSTs. A dica é usar um papel filme, aquele de cozinha, ou mesmo uma camisinha masculina cortada ao meio para cobrir a vulva e impedir o contato direto entre a boca e a região íntima.

Não é apenas o homem que pode vai se proteger neste caso. Segundo Carmen, uma das DSTs que podem ser transmitidas no sexo oral é a herpes, doença que pode passar da boca do homem para as genitais da mulher, e vice-versa. “O HPV também pode ser transmitido nessa prática, entre outras doenças como a hepatite, a gonorreia, a clamídia e a sífilis, principalmente se a pessoa tiver um corte pequeno, ulceração ou afta na boca”, explica. Por isso, proteção é fundamental no sexo oral, seja no homem como na mulher.

Fonte: Bolsa de mulher